A Vingança Veste Prada

Já sinto o doce sussurro do Prada cortando os ventos... quem não se deliciou com o livro “O Diabo Veste Prada”, no mínimo ouviu um comentário sobre o filme homônimo que ganhou as bilheterias no ano de 2006. Estrelado por Anne Hathaway e Meryl Streep em uma trama inspiradora e excitante. A autora do livro, Lauren Weisberger, criou um clima agradável para tratar a história de determinação e força de vontade que faz com que seus personagens descubram e explorem seus potenciais ao máximo, enredando o texto em conexões com o dia a dia, o que faz com que o leitor (ou telespectador) se sinta integrante da história e apaixone por ela.
A questão é que já está nas prateleiras das grandes livrarias a continuação dessa trama, e com os direitos cedidos a FOX, o filme está previsto para 2015, certamente com os mesmos protagonistas, segundo o canal. A nova história de Lauren Weisberger acontece quase dez anos depois que a protagonista, a jornalista Andrea Sachs, abandona o emprego na revista de moda Dunaway e se livra da chefe infernal Miranda Priestly. Andrea agora é a bem-sucedida editora da revista Plunge, sobre casamentos. Ao lado de Emily, antiga colega de trabalho e atual melhor amiga, a vida da jornalista não poderia estar melhor: além do sucesso da revista, está prestes a se casar. Mas, uma semana antes do casamento, Miranda volta para assombrá-la…
Ainda não li o livro “A vingança Veste Prada”, mas por todo lado só vejo críticas positivas com uma ou outra observação. E em seu lançamento as atrizes que estrelaram a primeira trama ficaram em evidencia, “lembrando” ao público da história. Agora as expectativas são estremas sobre a continuação.
Particularmente, como sempre ocorre, o livro é bem mais rico em detalhes, com uma história mais aconchegante e inusitada, mas é impossível não ver a Srta. Andrea com o rosto juvenil e doce de Anne Hathaway. Bem como toda crueldade de Miranda ficou desenhada à sombra dos olhares de Meryl Streep, que estrelou com perfeição o papel. Poucas adaptações conseguem colocar a alma dos personagens nos atores, de forma a permitir uma comparação justa entre a história original e a adaptação.

Clique aqui e adquira o livro (ebook) ou
Clique aqui e adquira o livro.



Postagens mais visitadas deste blog

Top 10 - Personagens Literários

Memórias do Heavy Metal - Mustaine

Não me esqueça