Os Cavaleiros do Zodíaco - Cavaleiros de Bronze

Dizem que sempre consideramos nossos gostos como os mais refinados que existem, e quem não gosta de anime que atire a primeira pedra. Desde minha infância eu aprendi a gostar desse tipo de entretenimento  Teoricamente, anime é qualquer animação produzida no Japão. Ao contrário do que muitos pensam, o anime não é um gênero, mas um meio, e no Japão produzem-se filmes animados com conteúdos variados, dentro de todos os gêneros possíveis e imagináveis (comédia, terror, drama, ficção científica, etc.).

Uma boa parte dos animes possui sua versão em mangá, os quadrinhos japoneses. Os animes e os mangás se destacam principalmente por seus olhos geralmente muito grandes, muito bem definidos, redondos ou rasgados, cheios de brilho e muitas vezes com cores chamativas, para que, desta forma, possam conferir mais emoção aos seus personagens. Animes podem ter o formato de séries para a televisão, filmes ou OVAs.

Nesse contexto, abro um espaço para falar dos Cavaleiros do Zodíaco. A maioria das pessoas da minha geração acompanharam essa série que, na época, era transmitida na TV aberta pela Band. a série foi escrita e ilustrada por Masami Kurumada entre 1986 a 1991 e adaptada em seguida para televisão. Tanto o mangá original quanto sua adaptação em anime fizeram muito sucesso no Japão e em diversos países da Europa e América Latina. Quatro filmes da série foram exibidos em cinemas japoneses antes do anime ser cancelado em 1989, deixando uma das sagas do mangá sem adaptação. Porém, em 2002, a Toei Animation continuou o anime com três séries OVA (a última teve fim em 2008) e um quinto filme foi exibido em 2004.

A história mostra cinco guerreiros místicos chamados de "Cavaleiros" que lutam vestindo "Armaduras Sagradas" baseadas nas diversas constelações que protegem cada um dos guerreiros. Os Cavaleiros têm como missão defender a reencarnação da deusa grega Atena em sua batalha contra outros deuses do Olimpo que pretendem dominar a Terra.

Os personagens principais dessa magnífica obra são:

  • Saori Kido: Jovem grega adotada pelo milionário Mitsumasa Kido e criada como sua neta. Saori é a reencarnação da deusa Atena no século XX, que sempre retorna à Terra quando a humanidade se encontra ameaçada pelo mal. Inicialmente ignorante de suas origens, Saori começa a planejar seu retorno ao Santuário após descobrir seu passado divino e conta com o apoio dos cinco Cavaleiros de Bronze.

  • Seiya de Pégaso: Cavaleiro de Bronze da constelação de Pégaso e protagonista da série. Órfão, foi separado de sua irmã Seika e forçado a se tornar um Cavaleiro. Após conseguir cumprir tal missão motivado pela vontade de rever sua irmã, Seiya depois descobre seu destino com um dos soldados de Atena, protegendo-a por milênios e renascendo cada vez que a deusa reencarna, para apoiá-la na batalha final contra o mal que consume a Terra. Guerreiro de imenso poder, Seiya alcança a vitória em batalhas impossíveis e consegue derrotar até mesmo os deuses Poseidon e Hades, que o deixa preso a uma cadeira de rodas e em coma, estado que Atena pretende reverter.

  • Shiryu de Dragão: É, entre os cinco Cavaleiros que acompanham Atena, o mais maduro e sábio. Shiryu treinou no Monte Lu na China para obter a Armadura de Bronze da constelação de Dragão e seu mentor foi o Cavaleiro de Ouro de Libra, Dohko. Sua Armadura é conhecida por possuir surpreendentes propriedades ofensivas e defensivas, nas respectivas formas de punho e escudo.

  • Hyoga de Cisne: É um dos personagens principais do mangá de Kurumada. Ele é o Cavaleiro de Bronze da constelação de Cisne e nasceu na Sibéria, que durante o lançamento do mangá, ainda pertencia à União Soviética. Sua mastria sob o Cosmo lhe permite criar gelo e neve em temperaturas de zero absoluto. Hyoga frequentemente é visto com uma cruz e um rosário da Cruz do Norte, um outro nome para sua constelação protetora.

  • Shun de Andrômeda: É o cavaleiro de bronze da constelação de Andrômeda e sua Armadura possui correntes, utilizadas tanto para o ataque quanto para a defesa. Misericordioso e gentil por natureza, Shun prefere resolver conflitos sem derramar sangue, separando suas atitudes das que os outros Cavaleiros normalmente tomam: enquanto não hesitam em lutar, Shun só se envolve em combate se realmente for necessário ou se sua quase infinita paciência se esgota. Foi revelado que Shun é o receptáculo de Hades, mas é salvo pelo sangue de Atena em seu sacrifício.

  • Ikki de Fênix: É o completo oposto de seu irmão Shun: solitário, frio e agressivo. Treinado na Ilha da Rainha da Morte, o então aspirante Cavaleiro da Constelação de Fênix é ensinado a cultivar o ódio e chega até mesmo a desejar matar Saori, Tatsumi, Seiya, Shiryu, Hyoga e seu irmão, culpando-os pelo destino que teve. Ikki é um antagonista no início da série, mas logo se regenera e passa a proteger Atena, Seiya, Shiryu, Hyoga e seu irmão dos perigos que o grupo enfrenta com suas habilidades ilusórias.


Além desses, ainda há outros cavaleiros que compõe as sagas, cada um identificado por sua constelação e com sua armadura sagrada.

Depois da história original, surgiram no Japão várias adaptações independentes baseados na história de Seya, mas, convenhamos, nenhuma se igualou à criação original, que marcou minha infância/ adolescência e, creio eu, que de muitos outros. Confesso que sou fã de carteirinha, gravei todos os episódios da série como um dos "meus tesouros".

Quem ainda não teve a oportunidade de assistir, além de ter no You Tube todos os episódios, no site Only Animes, um dos mais completos da categoria, é possível baixar a série com ótima qualidade. 


Algumas informações foram tiradas do site da Wikipédia.

Postagens mais visitadas deste blog

Armadilhas do Linkedin na busca de emprego

Palavras rasas sobre relações rasas.

Memórias do Heavy Metal - Mustaine