Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2012

Desistir?

Imagem
Não, ela não era tola. Mas como quem não desiste de anjos, fadas, cegonhas com bebês, ilhas gregas e happy ends cinderelescos, ela queria acreditar. — Caio Fernando Abreu
Eu realmente tenho estado confusa. De repente todas as formas se misturam e me levam ao recôndito mais submisso de minha alma. Tenho que pôr os pensamentos em ordem, mas tudo o que me vem à cabeça são coisas sem sentido e perdidas. Eu quero fugir! Quero mergulhar em um buraco bem fundo e só sair de lá quando tudo tiver passado. Quero me esconder dessa bagunça em um lugar onde nem eu mesma possa me encontrar com meus anseios e inseguranças. De repente, eu já não faço mais parte de mim, não sei quem eu sou. Experimento sensações como um medo intenso e um desespero quieto. Fecho os olhos para tentar expulsar isso de dentro de mim, mas na imensidão de uma noite fria, não adianta apenas fechar os olhos, já faz algum tempo que é preciso muito mais que um sonho para conseguir tirar os pés do chão. Me sinto inepta, como se na…