Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2011

Sem Palavras

Imagem
Hoje não tenho palavras para o que o coração deseja falar.
Talvez as palavras se percam no abismo entre os olhares que não se tocam mais,
que se projetam em direções tão distintas que até mesmo o coração
cego pelo amor
consegue enxergar o vazio que nos separa
e sentir o frio do seu abraço que um dia já me acalentou
como se nos braços de um anjo eu repousasse, mas hoje me congela até a profundidade da minha alma...

Sobre o amor

Imagem
"Ame como se ama o amor"... já dizia o poeta... E eu não sei se é só impressão minha, mas muito tem se falado sobre o amor. Eu paro e me pergunto? "O que seria o amor?" Diante dessa pergunta, não posso deixar de notar que o amor, vem ganhando muitos rótulos, títulos e especulações. O amor está sendo banalizado, tudo virou amor e o amor virou tudo. Nem os poetas contemporâneos conseguem descrever o atual status do amor em suas poesias ou canções, a simplicidade do amor já não interessa a sociedade, todos estão sedentos, procurando por aquilo que irão satisfazer a ânsia de desvendar o amor. Hoje todo mundo "ama" fácil de mais, e "desama" mais fácil ainda. Como se o amor fosse um instrumento qualquer que se pode manipular, será esse um avanço da humanidade? Antes, via-se claramente nos poemas, o amor estampado nos versos, via-se que se tratava de algo duradouro, sincero... hoje, não existe mais isso... ou, pelo menos, eu não consigo mais enxergar,…