Poemas


"Eu e meus poemas
estamos em silêncio.
A inspiração desapareceu.
Os papéis em branco,
estão em prantos.
Sobre a mesa jaz a pena,
sem vida...
Rascunhos antigos
denunciam, que ela
já teve seus momentos
de glória.
Isso é passado,
hoje a poesia está de luto."

(Sandra Ribeiro)

Postagens mais visitadas deste blog

Armadilhas do Linkedin na busca de emprego

Palavras rasas sobre relações rasas.

Memórias do Heavy Metal - Mustaine