Tarde de Chuva


Eu já senti isso antes
só não consigo lembrar
e é estranho perceber
que a história se repete
constante e surreal...
Hoje a tarde se fez chuva
mas ninguém percebeu
que o tempo sangrava em fúria
e que os ventos se perdiam em desencanto...

E pelos cantos as palavras se escondem
e já não é solidão, nem angústia
mas os olhos ainda se inundam
e o vazio permanece.
De longe eu observo a vida lá fora
sob as águas os becos não são tão sórdidos
nem as sombras tão densas
e a noite vem chegando aos poucos
mas aqui dentro nada muda.

Postagens mais visitadas deste blog

Top 10 - Personagens Literários

Não me esqueça

Flores Caídas