3

Era apenas uma canção

E foi de repente, não mais que de repente, disse o poeta...
Como um ruflar de asas de borboletas azuis em um dia de primavera
Ou como a invasão suave de mil jasmins à nuance da brisa matinal...
Era apenas uma canção, no meio de tantas outras
Entoadas com notas suaves em contraste com dedilhares vulgares
E uma lembrança viva
Tão real que, se eu fechasse meus olhos, eu poderia te tocar
Naquele momento em que o mundo se perdeu sob meus pés
Só para que eu pudesse te ouvir.
E fez-se o silêncio mais lindo do mundo
Enquanto a saudade esvaia-se pelo meu rosto.
Até seu cheiro, o vento fez questão te trazer.
E eu temi abrir os olhos e te perder novamente
Mas nesse instante pude contemplar seus olhos

A sorrir em cada estrela...


3 comentários:

  1. Parabéns pelo seu blog !!! Eu adorei e estou indicando ele para a
    "2ª Edição Xícara de Ouro"= Eleição dos melhores blogs de 2013
    realizado em http://www.cafeentreamigos.com

    Eu também estou seguindo o seu blog.
    Tenha um fim de semana maravilhoso !

    Marco A Okuma
    http://maosecrets.blogspot.com.br
    http://shoppingpamplonasp.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. texto lindo ,pelo ,eh seu mesmo?
    ou uma cançao?
    http://www.tpmvaidosas.blogspot.com.br/2013/11/brasileiras-tipo-exportacao.html

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo (a) aqui.
Obrigada pela opinião e volte sempre.