2

Despedida

Era quase meia noite 
quando a voz gélida me despertara
dizendo friamente que você partira.
Todos os nossos sonhos se perdera nas marcas deixadas no asfalto
e já são quase meia noite, 
o silêncio predomina
refletindo sua ausência pelas notas calmas de mais uma noite vazia.



2 comentários:

  1. Você tem um dom especial ! Adorei isso !
    Parabéns ! Te admiro sempre !
    Tenha um fim de semana maravilhoso ! Bjs !
    Marco A Okuma
    http://maosecrets.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Muito bonito, belo na sua melancolia. Parabéns!!!

    http://leigopoeta.blogspot.com.br/

    Vitor Costa

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo (a) aqui.
Obrigada pela opinião e volte sempre.