O imposto nosso de cada dia

quantidade de imposto que brasileiro deve pagar
Brasileiro é mesmo um povo bonzinho? Não! Brasileiro é um povo explorado!

Desde primeiro de janeiro, deste ano, até hoje, primeiro de agosto, o país arrecadou mais de 920 bilhões de reais em imposto, segundo o site Impostômetro. É o valor referente à 26.351.966 casas de 40m² ou 34.159.956 carros populares. 

Em suma, imposto é a imposição de um encargo financeiro ou outro tributo sobre o contribuinte (pessoa física ou jurídica) por um estado ou o equivalente funcional de um estado a partir da ocorrência de um fato gerador, calculada mediante a aplicação de uma alíquota a uma base de cálculo, de forma que o não pagamento deste, acarreta irremediavelmente sanções civis e penais impostas à entidade ou indivíduo não-pagador, sob forma de leis.

Somos uma das nações onde  mais se paga tributos ao governo, ficando atrás de França, Itália e Japão, mas se olharmos para o desenvolvimento desses países, e estudos apontam como confirmação que, entre os países que mais arrecadam impostos, o Brasil é o que menos devolve à população. Acredito que nem na época de César, que foi um imperador romano conhecido por pesar a mão nos impostos, o povo devia tanto ao governo como nós. A carga tributária nacional corresponde cerca de 37% do PIB.

Para onde vai esse dinheiro então? 

Brasileiro trabalha 150 dias para pagar impostos
Segundo dados do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), o brasileiro gasta, em média, 150 dias do ano apenas para pagar seus impostos. Isso mesmo! Pouco mais de 40% da renda do brasileiro vai direto para os cofres públicos. O problema é que, além dessa carga tributária exacerbada o serviço público é uma porcaria. Não temos saúde, nem educação, muito menos segurança, ou seja, dos 60% que sobram, no ano, do nosso salário temos que pagar seguros para bens móveis ou imóveis porque a segurança nacional em geral não nos dá garantia de possuir um bem sem ser fraudado. Temos que pagar escola particular para nossos filhos, porque o ensino público é de má qualidade, com salas de aula abarrotadas e professores mal pagos e insatisfeitos com suas funções. Temos que pagar convênios e planos de saúde e odontológico porque o SUS não funciona. Não temos transporte público de qualidade e arcarmos com uma das passagens mais caras do mundo. Além de convivermos com uma inflação oscilante e desajustada que nos faz pagar mais por um produto e incidir sobre ele mais impostos.

Parece exagero, mas estamos sendo sugados. Em contra partida a todos esses tributos que o "contribuinte" é obrigado a pagar, o Brasil é o quarto país com o salário parlamentar mais alto do mundo. Sem incluir na indicação as "mordomias" que o parlamento tem como auxilio moradia, plano de saúde, cota parlamentar, passagens aéreas e carro oficial. Ou seja, além de já ganhar uma bolada de um deputado, por exemplo, que recebe 26 mil reais, ainda não gasta seu dinheiro com algumas despesas básicas.

E para completar o circo nacional, a corrupção no país alcança a marca de 69 bilhões por ano, segundo o site JusBrasil. Isso significa que além de ter uma das maiores arrecadações do mundo, pagar um dos maiores salários de parlamentar do mundo, além de dar regalias políticas para que um funcionário público trabalhe, ter um dos piores serviços públicos do mundo e uma inflação mais alta... ou seja além do roubo implícito, os cara de pau dos políticos ainda nos roubam explicitamente. 

Estamos sendo feitos de palhaços em nossa própria casa. Essa é a realidade do povo brasileiro. Enquanto os políticos, que foram postos no poder para nos servir, riem da nossa cara, nós bancamos as festinhas do congresso.

corruptos fazem do brasileiro um palhaço


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Armadilhas do Linkedin na busca de emprego

Palavras rasas sobre relações rasas.

Memórias do Heavy Metal - Mustaine