7

Verás que um filho teu não foge à luta

Para todo lugar que vamos ou olhamos, no Brasil, só se fala de uma coisa: " O povo brasileiro despertou!".
Eu, sinceramente, nunca pensei que fosse viver para ver uma manifestação tão bonita quanto essa que está ocorrendo em nosso país, claro que, se não precisasse dela, tudo seria mais colorido, mas já que precisa, eu me sinto bem em dizer que sinto orgulho da minha nação. É, ainda vale a pena ser brasileiro...
Em 1992, quando houve o último grande manifesto nacional, eu era bem pequena, só conheci os detalhes anos depois nas aulas de história e nos relatos da mídia. Agora, com consciência política, eu vejo que já era sem tempo de alguém dar um grito e mostrar quem manda por aqui. 
Vem acontecendo tantos fatos de corrupção, inflação, falta de condições adequadas provindas de serviços públicos, salários de políticos absurdos, entre outros fatos e escândalos isolados que foi saturando o povo, de repente, usando como causa o aumento das passagens do transporte público em SP, as pessoas foram às ruas e resolveram "botar a boca no trombone". 
O interessante é que, diante do manifesto, percebe-se que o povo está realmente cansado de ser feito de bobo. Ficamos calados, apenas assistindo as coisas acontecerem, o dinheiro do povo ser levado embora, mas chegou a tal ponto que ficar com a decepção e o desgosto entalado na garganta estava sufocando de mais. 
As manifestações tiveram início no dia 06 de junho, por volta das 17h em frente ao Teatro Municipal de São Paulo e rapidamente agrupou cerca de 5 mil pessoas. Mais tarde, esse número chegou a 100 mil e, a partir daí, deu-se início a esse movimento democrático, intenso e lindo. 
Praticamente, todas as principais cidades brasileiras já aderiram o movimento protestando contra os abusos, a inflação causada pela copa, a manipulação pela mídia, a corrupção. Fico imaginando os deputados, senadores e a Sra. "Presidenta" assistindo tudo isso de camarote e pensando que "por essa eles não esperavam". Percebe-se que ninguém "do poder" sabe o que fazer, estão temerosos por ver a dimensão que o grito de liberdade do povo está tomando. E agora... agora ninguém nos para mais. 
Infelizmente, muitos manifestantes saíram feridos, houve confrontos diretos com a polícia e ainda, podemos ver atos de vandalismo por vários lugares, o pior é que, algumas vezes, como uma pesquisa rápida pela internet pode comprovar, esses atos são cometidos por pessoas implantadas, do governo, que tenta a todo custo encontrar um motivo para calar o povo. O importante é que mesmo com esses fatos isolados de violência e depredação por parte dos manifestantes, em suma, o protesto é pacífico e direcionado, fazendo com que cada vez mais ganhe força. 
Nas manifestações que ocorreram ontem, 17 de junho, mais de 250 mil pessoas saíram às ruas, em várias cidades. a maioria de forma pacífica. Isso com certeza chamou a atenção dos parlamentares que, em discursos, dizem procurar entender as reivindicações e dão razão aos pontos de melhoria que são apresentados.
Esse é o Brasil, reescrevendo a própria história



7 comentários:

  1. Oi Marcela,
    Obrigado por seguir o Histórias, estórias e outras polêmicas.
    Eu já estou aqui.

    As manifestações estão bonitas, penas alguns querendo se aproveitar para fazer o que não deve.

    www.cchamun.blogspot.com.br

    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Também não pensei que veria algo assim no Brasil e estou muito orgulhosa pelo povo ter "acordado". A verdade é que muitos de nós percebíamos e questionávamos sobre todos esses problemas já fazia tempo, mas faltava a união para reivindicar por mudanças. Tomara que tudo isso chegue nas urnas.

    ResponderExcluir
  3. Também não imaginei que viveria isso, só espero que haja mudanças significativas na nossa política e que o gigante não volte a adormecer!

    ResponderExcluir
  4. Sou totalmente a favor aos protestos, desde que seja de uma forma pacifica sem violência. Acho que o Brasil demorou muito para acordar, mas nunca é tarde!

    Comente o meu blog tbm http://www.emquestao.org

    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  5. Como eu disse no meu blog tenho algumas ressalvas a esses protestos e achava que após o não aumento das passagens em São Paulo ou com a não aprovação da PEC-37 elas diminuíram felizmente eu estava enganado. Estou mais confiante, mas como já disseram aqui espero que as reivindicação das ruas esse ano chegue nas urnas na próxima eleição.

    ResponderExcluir
  6. Estamos vivendo uma chance de fazermos algo melhor.

    Oportunistas sempre existirão, mal intencionados também e desinformados até o fim de tudo e depois.

    Mas a luta também visa o bem deles, e de conquista em conquista as coisas caminharão, e eu acredito nisso.


    Lindo Post Marcela, sou seu fã ^^

    ResponderExcluir
  7. Obrigada por seguir o nosso blog lá. Bem-vinda! Não deixe de nos visitar. Sempre retribuiremos.

    Equipe Contos, Casos e Histórias

    Abraço!

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo (a) aqui.
Obrigada pela opinião e volte sempre.