0

Os Cavaleiros do Zodíaco - Cavaleiros de Prata

Há um tempo atrás, escrevi sobre Os Cavaleiros do Zodíaco enfatizando Os Cavaleiros de Bronze. Agora, venho dar continuidade ao post falando sobre Os Cavaleiros de Prata.

Os Cavaleiros de Prata compõem a segunda patente dos Cavaleiros de Atena. Especialistas em batalhas, eles possuem maestria avançada na manipulação do Cosmo, permitindo que alcancem velocidades equivalentes a mach 2 até 5 e também possuem incrível força física. Quando recebem uma missão vinda do Santuário, partem para qualquer parte do mundo para cumprir seu objetivo, não importa o custo. Eles representam o verdadeiro conceito de um Cavaleiro de Atena.

Outra responsabilidade desta patente é zelar por Armaduras que ainda não possuem donos. É de praxe encontrar Cavaleiros de Prata treinando potenciais candidatos a utilizar uma destas Armaduras. Como muitos Cavaleiros e Armaduras foram perdidos na batalha, treinar novos Cavaleiros e fortalecer os números de guerreiros são missões importantes.
As Armaduras de Prata são mais belas e fortes que as de Bronze. Apenas dezoito Armaduras de Prata foram confirmadas, mas as Armaduras de Órion, Escudo e Cruzeiro do Sul, criadas por Masami Kurumada para o primeiro filme da série, assim como seus usuários, são consideradas canônicas.

São esses os Cavaleiros de Prata:


Marin de Águia

Uma enigmática Amazona de Prata de personalidade forte, Marin foi nomeada mentora de Seiya assim que ele chegou ao Santuário, pelo fato de ambos serem japoneses. Ela foi uma instrutora de pulso firme e extrema disciplina, permitindo que seu pupilo cultivasse um enorme potencial. Graças ao código das Amazonas, Seiya nunca viu o rosto de sua mestra, pois ela é obrigada a escondê-lo atrás de uma máscara. Apesar das dificuldades do treinamento, Seiya e Marin formaram laços fortes. A aparência de Marin fez Seiya se questionar se ela e sua irmã Seika seriam a mesma pessoa. Após descobrir a conspiração que ocorria no Santuário, Marin apóia Seiya em sua luta contra os Cavaleiros de Prata e descobre a verdade sobre o falso Papa e seu plano para chegar ao poder. Ela reaparece durante o conflito dos doze templos, salvando a vida de Seiya e prestando apoio para que ele pudesse confrontar o Grande Mestre. Durante a ressurreição de Poseidon, Marin age independentemente, mas reaparece no fim da guerra contra Hades, após conseguir encontrar Seika, acabando com o mistério sobre sua identidade e terminando uma busca que durava anos. Marin também encontra seu irmão, Toma, atual servo da deusa Artemis. Dutrante a batalha dos Cavaleiros de Bronze contra Thanatos, Marin protege Seika e consegue, após a derrota de Hades, juntar o casal de irmãos. Ela posteriormente enfrenta Toma para proteger Seiya.

Shina de Cobra

Amazona temperamental e corajosa, Shina precisou abandonar sua feminilidade ao iniciar seu treinamento e esconder para sempre seu rosto dos homens. Shaina foi mentora do rival de Seiya de Pégaso, Cassios, cuja derrota aparentemente fez com que a Amazona criasse uma rixa com Seiya. No início da série, Shaina obedecia as ordens do Grande Mestre do Santuário, que eram compatíveis com seu objetivo de eliminar Seiya pela humilhação que a causou. Porém, ela começou a suspeitar de seu superior e tal fato a fez se aliar aos Cavaleiros de Bronze na rebelião contra o Santuário. Shina salvou a vida de Seiya ao defendê-lo de um ataque de Aiolia de Leão, enviado pelo Grande Mestre para matá-lo. Ferida pelo Cavaleiro de Ouro, Shaina revela a Seiya que sua rixa com ele não se deve à derrota de Cassius, e sim porque Seiya foi o primeiro homem a ver seu rosto, que é a maior ofensa possível para uma Amazona. A tradição dos Cavaleiros força a Amazona a escolher uma entre duas opções: matar o ofensor ou se apaixonar por ele, e Shina havia escolhido a segunda, mesmo sem querer. Inconsciente durante o conflito dos doze templos, Shina retorna aos seus sentidos posteriormente e se choca com a morte de Cassios, que se sacrificou para proteger Seiya e impedir que Shina sofresse. Ela então salva a vida de Marin de Águia, e após a derrota do Grande Mestre, jura lealdade a Atena. Apesar de seu amor por Seiya não ser correspondido, Shina tem um papel importante na batalha contra Poseidon, pois entrega a Armadura de Libra aos Cavaleiros de Bronze e desafia Poseidon sozinha, ainda que sendo derrotada. Poucas semanas depois, Shina lidera os Cavaleiros de Bronze e os soldados do Santuário para defender o local após a invasão do exército de Hades. Ela reaparece para defender Seiya de um ataque realizado por Thomas, ao lado de Marin e Hyoga de Cisne.

Misty de Lagarto

Misty era um narcisista que só se considerava inferior à própria deusa Atena. Enviado ao Japão para eliminar os Cavaleiros de Bronze, Misty causa um deslizamento de terra com o objetivo de enterrá-los, mas não consegue sucesso, pois Mu de Áries cria uma ilusão que faz os Cavaleiros Negros parecerem os de Bronze e teleporta os oito para longe dali. Alguns Cavaleiros de Prata são enganados pela ilusão e partem em busca dos Cavaleiros Negros, mas Marin e Misty encontram o verdadeiro Cavaleiro de Pégaso. Para tentar salvar seu pupilo, Marin ataca Seiya com um golpe falso e o sepulta. Porém, Misty não se deixa enganar, desenterrando o Cavaleiro e partindo para o ataque. Depois de uma dura batalha, Seiya supera os ataques de Misty e o mata. Na adaptação do anime da saga de Hades, Misty é trazido de volta à vida com outros Cavaleiros de Prata e enviado para enfrentar Seiya e companhia. Ele é rapidamente derrotado por Hyoga de Cisne. Assim como os Cavaleiros de Ouro trazidos de volta por Hades, os Cavaleiros de Prata juram lealdade ao deus da morte, mas secretamente continuam sendo na verdade Cavaleiros de Atena.

Mozes de Baleia

Devido ao crime dos Cavaleiros de Bronze contra o Santuario (participação na Guerra Galáctica), o Grande Mestre do Santuário ordena a morte dos jovens. Mozes foi um dos Cavaleiros de Prata enviados para cumprir essa missão, mas graças à intervenção de Mu, acaba matando o Dragão Negro ao invés do real. Vendo a missão como finalizada, ele parte com Asterion de Cães de Caça, mas os dois retornam devido ao atraso de Misty e Babel. Com o apoio de Asterion, Mozes ataca e derrota Marin, amarrando-a ao mar como isca para Seiya. O plano falha e Mozes acaba morto pelo Cavaleiro de Pégaso.

Babel de Centauro

Babel foi o segundo Cavaleiro de Prata a ser derrotado na série. Mestre em pirocinese, foi enviado com Misty, Asterion e Mozes para eliminar os Cavaleiros de Bronze. Com a intervenção de Mu, eles acabam matando os Cavaleiros Negros por engano. Acreditando que sua missão foi cumprida, eles decidem partir para o Santuário, mas Misty fica para trás para confirmar agumas suspeitas. Após algum tempo, Babel, preocupado, retorna e encontra Misty morto em uma praia. Hyoga chega logo depois e desafia Babel, que se surpreende por acreditar já ter eliminado o Cavaleiro de Cisne. Os dois se enfrentam e Babel, mesmo confiante e pensando ter vantagens na batalha com suas chamas, acaba morto pelo Cavaleiro de Cisne.

Asterion de Cães de Caça

Asterion foi enviado pelo Santuário com a missão de dar fim aos Cavaleiros de Bronze. Mozes foi um dos Cavaleiros de Prata enviados com ele para cumprir essa missão, mas graças à intervenção de Mu, acaba matando o Dragão Negro ao invés do real. Vendo a missão como finalizada, os dois decidem partir para o Santuário, mas retornam devido ao atraso de Misty e Babel. Como Asterion é um dos poucos Cavaleiros capazes de usar telepatia, rapidamente descobre que Marin havia traído o Santuário. Após derrotá-la, os dois a amarram ao mar como isca para Seiya. O Cavaleiro de Pégaso retorna e mata Mozes, mas é derrotado pelos poderes de Asterion. Enquanto isso, Marin consegue se libertar e ataca o Cavaleiro de Prata. Fechando sua mente, Marin consegue derrotá-lo, mas o deixa viver para que possa mandar um aviso ao Grande Mestre. Na saga de Hades no mangá, é revelado que Asterion foi morto após voltar ao Santuário, pois um túmulo com seu nome é visto no cemitério.

Jamian de Corvo

Conhecido no Santuário como o Cavaleiro que controlava corvos como seus próprios membros, Jamian fez parte da segunda equipe de Cavaleiros de Bronze enviada para sequestrar Saori Kido e destruir o Coliseu em que a Guerra Galáctica aconteceu. Ele consegue capturar a jovem, mas é seguido por Seiya. Após derrotar o Cavaleiro de Pégaso, Jamian sofre com a retaliação de Saori, que usa o Cosmo de Atena para fazer seus corvos se voltarem contra ele. Confuso e ultrajado, ele a chama de bruxa e ataca, mas é desafiado por Ikki de Fênix e morre na luta.


Algol de Perseu

Algol foi um dos Cavaleiros de Prata enviados para destruir o Coliseu que hospedou a Guerra Galáctica e sequestrar Saori Kido. Após a morte de Jamian pelas mãos de Ikki, Algol, Capella e Dante aparecem. Algol transforma Shun em pedra com o Escudo da Medusa, capaz de petrificar oponentes quando abre seus olhos. Algol então enfrenta Shiryu de Dragão, mas se vê em desvantagem depois que o Cavaleiro de Bronze cega seus próprios olhos para não ver o Escudo da Medusa, como último recurso para impedir Algol e salvar seus amigos. Após uma longa batalha, Algol tenta um ataque final, mas é morto por Shiryu, que usa seu Cosmo para "ver" além de sua cegueira.

Capella de Cocheiro

Capella foi enviado juntamente com Jamian, Algol e Dante para destruir o Coliseu em que aconteceu a Guerra Galáctica e capturar Saori Kido. Após matar Jamian, Ikki provoca os outros Cavaleiros de Prata e desenha uma linha entre ele e seus oponentes que não deveria ser atravessada. Capella o desafia e atravessa a linha, e como resultado é atacado por Ikki e acaba inconsciente. Após despertar, Capella desafia Ikki novamente e o ataca com seus discos, mas é superado pelas técnicas de ilusão de Ikki e morto por ele.



Dante de Cérbero

Assim como Jamian, Algol e Capella, Dante tinha como missão destruir a Fundação Graud e o Coliseu em que a Guerra Galáctica ocorreu e trazer Saori Kido para o Santuário. Após a morte de Jamian, Dante aparece acompanhado de Algol e Capella para confrontar Ikki. Após derrotar Capella, Ikki se defende do ataque de Dante e destrói as bolas de ferro que o Cavaleiro de Prata utiliza em seus ataques. Ikki deixa Dante inconsciente para enfrentar Capella novamente. Enquanto isso, os outros Cavaleiros de Bronze chegam à cena e Shun acaba derrotando Dante em combate.


Algethi de Hércules

Quando Aiolia foi enviado ao Japão para eliminar os Cavaleiros de Bronze, três Cavaleiros de Prata receberam a missão de observá-lo. Um destes foi Algethi, o Cavaleiro de maior força física do Santuário. Quando Aoilia decidiu poupar a vida de Seiya, Algethi e os outros entraram em cena para eliminar o Cavaleiro de Pégaso. Após receber os ataques dos três, Seiya recebe a ajuda inesperada da Armadura de Ouro de Sagitário, que se une ao corpo de Seiya para protegê-lo. O trio ignora o aviso de Aiolia de manter distância e tenta atacar Seiya, sendo eliminado pela Armadura de Sagitário em segundos.

Dio de Mosca

Dio e outros dois Cavaleiros de Prata tinham a missão de vigiar Aiolia para verificar se ele realmente mataria os Cavaleiros de Bronze. Ao perceber que Aiolia não o faria, o trio entra em cena para acabar com Seiya. O Cavaleiro de Mosca e seus parceiros tentam finalizar o serviço rapidamente, mas os planos do trio são interrompidos quando a armadura de Sagitário surge repentinamente e veste Seiya. Com a armadura de Ouro, Seiya teve o poder de seus golpes aumentados, e com um ataque vence todos.



Sirius de Cão Maior

Sirius era líder de uma expedição enviada para vigiar Aiolia de Leão, que tinha a missão de matar Seiya. Ao perceber que Aiolia não cumpriria as ordens do Santuário, Sirius e seus comandados entram em cena para acabar com Seiya. Mas eles nada puderam fazer, pois a desaparecida Armadura de Sagitário surge do céu e veste Seiya. Munido de mais poder, o Cavaleiro de Pégaso mata os três de uma única vez.





Ptolemy de Flecha

Quando Seiya e os outros chegam ao Santuário, Ptolemy os recepciona como um guia que ali estava a mando do Grande Mestre. Ao falar das doze casas e levá-los até as escadarias da Casa de Áries, Ptolemy revela sua verdadeira identidade e atinge Atena com uma flecha dourada, fazendo com que começassem as lutas contra os Cavaleiros de Ouro. Ptolemy acaba vencido por Seiya, e antes de morrer diz que os Cavaleiros de Bronze tem doze horas para chegar até o Grande Mestre, caso contrário Atena morrerá.



Daidalos de Cefeu

Mentor de Shun e June de Camaleão, treinou a dupla na Ilha de Andrômeda. Ele foi assassinado por Afrodite de Peixes por concordar com o pensamento de que o Santuário estaria corrompido pelo mal. Ele não se concentra em um tipo específico de ataque, e concentra suas habilidades em anular os ataques dos oponentes. Daidalos sabia manipular armas de outras Armaduras, apesar da sua não possuí-las. Assim como Orfeu de Lira, ele é considerado um Cavaleiro de Prata de poder equivalente a um de Ouro. No anime, Daidalos foi substituído por Albiore de Cefeu, um personagem com aparência diferente, mas papel similar.

Algumas informações foram tiradas de Wikipédia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É um prazer tê-lo (a) aqui.
Obrigada pela opinião e volte sempre.