Cicatrizes

faz minha cabeça
A válvula de escape foi aberta
os pensamentos fugiram
um por um
e deixavam a mente vazia
um alívio...

É como a água de um rio
que corre desgovernada
seguindo um caminho
engolindo tudo o que vem pela frente
e se tornando em um lindo espetáculo.

As vozes em minha cabeça sumiram
sou apenas eu e esse silêncio
obstinado.
E os cortes não doem,
mas a derrota incomoda
e as palavras fogem de mim!

E agora estou sozinha
curtindo minha ilusão.
As pessoas se escondem
mas é melhor assim
eu já nem sinto
e já não penso...

E o latejar nos braços é mais suave
que a solidão no peito
e não tenho nada a dizer,
porque de tudo ficou o engano
o desespero
e algumas cicatrizes...

Comentários

Postar um comentário

É um prazer tê-lo (a) aqui.
Obrigada pela opinião e volte sempre.

Postagens mais visitadas deste blog

Armadilhas do Linkedin na busca de emprego

Palavras rasas sobre relações rasas.

Memórias do Heavy Metal - Mustaine