1

Despedida


faz minha cabeça
A vida me roubou o que havia de mais belo em mim, 
O motivo que me fazia querer viver, O sorriso mais sincero, 
O carinho mais inocente
O amor incondicional...

Sim, estou me consumindo em uma dor silenciosa, 
Lenta e quieta que me sufoca em cada lembrança... 
E nada do que eu faça me levará novamente ao aconchego
Daquele abraço que secretamente me roubava suspiro,
Nas noites quentes
Ou nos dias frios... 
É a primeira vez que olho para o oeste 
E não vejo mais o horizonte 
E ainda chove... 
O que havia de belo em mim ficou na estrada vazia, 
Nas esquinas sombrias, 
Nos cantos sórdidos 
E agora

São os jardins sem flores que ensaiam a despedida, 
Eterna...

Um comentário:

É um prazer tê-lo (a) aqui.
Obrigada pela opinião e volte sempre.